O mercado está ruim ?

É fato que para ser bem sucedido no seu trabalho é preciso gostar daquilo que se faz, mas você já parou para pensar sobre isso ? Quais os objetivos do trabalho ? Claramente devemos ter em mente que o objetivo primordial do trabalho é gerar subsídios para seu sustento de forma digna, ou seja vendemos nosso tempo e conhecimento em troca de pagamento (dinheiro)


Qual a importância do seu trabalho na cadeia produtiva da qual você faz parte, quanto mais específico ou mais especializado for o seu trabalho mais bem remunerado você será. Se este não é o seu caso provavelmente no seu mercado existem muitos profissionais fazendo o mesmo que você, ou você não tem relevância no seu nicho profissional. E com isso o “MERCADO” tem tantas opções que não justifica pagar a mais pelo seu trabalho.

Mas quem eh esse tal “MERCADO” ? O mercado de trabalho é uma expressão utilizada para se referir às relações entre quem precisa da mão de obra e quem disponibiliza a sua força de trabalho, sendo remunerados de alguma forma, seja pelo seu trabalho manual ou intelectual. Dentro do mercado de trabalho existem diferentes relações, como a da Oferta e da Procura, que se caracteriza pela equação entre a quantidade de vagas de trabalho oferecidas, e a quantidade de pessoas para preenchê-las, proporcionalmente quando o número de profissionais ultrapassa o número de vagas geralmente o valor pago ao profissional diminui. Uma percepção que as vezes não é claramente percebida pela parte do trabalhador é que os empregadores necessitam da sua mão de obra, uma tática comum, e falar que “queriam muito o seu trabalho mas só podem pagar X”, ora se ele realmente quer seu trabalho ou sua experiência certamente dá pra pagar um pouco mais pela tranquilidade de um trabalho bem executado. Faz parte da negociação baixar custos, como faz parte da negociação saber o seu valor de mercado. Resumindo o MERCADO é uma via de mão dupla e certamente você, ou melhor sua mão de obra tem um valor e cada profissional precisa entender qual o seu. O que é trabalho formal e informal?

Confira a seguir o que é trabalho formal e informal e quais as vantagens existentes em cada uma destas formas de se trabalhar no mercado atualmente.

Em geral, existem dois tipos de trabalho: informal e formal. O trabalho Informal diz respeito a profissionais que exercem suas atividades sem registro na carteira — e, por não possuir vínculo empregatício, não contam com benefícios trabalhistas como férias, licença maternidade, aposentadoria, seguro desemprego, entre outros, bom lembrar que o profissional consciente deve poupar esses benefícios como alíquotas que saem do seu pagamento ou cachê, por isso é incorreto o pensamento que ganhamos bem, pois se pouparmos o equivalente ao fundo de reserva = FGTS+ SEGURO DESEMPREGO, cota para bancar os períodos de FÉRIAS e ainda lembrando que temos que recolher os impostos relativos a emissão de NF, não vai sobrar muito do pagamento bruto. Portanto na formação de preço do cachê deve-se contabilizar o que não recebemos como funcionário CLT, por isso que muito das vezes o pagamento de um autônomo é superior isso, como falei no parágrafo anterior isso não significa uma vantagem pois você precisa estar preparado para poupar para tempos ruins.

O trabalho informal é interessante para profissionais que gostam de trabalhar à sua maneira, impondo seu próprio ritmo. Em geral, quem busca esta modalidade de trabalho não gosta de rotina.

Vale destacar que quem se dedica ao trabalho informal pode sofrer com a instabilidade financeira, visto que não há nenhum vínculo empregatício que garanta um salário fixo mensal. Por outro lado, trabalhadores informais têm mais liberdade e autonomia para conciliar a vida pessoal à carreira, que é o que grande parte dos profissionais hoje em dia buscam para se sentirem ainda mais realizados. Se na sua realidade o parágrafo acima não faz muito sentido, certamente você está fazendo algo de errado.

O trabalho formal, por sua vez, é a atividade profissional registrada e oficializada dentro da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, no qual o funcionário pode contar com a proteção e amparo das leis trabalhistas. Ao contrário do que acontece no trabalho informal, o indivíduo que possui carteira assinada usufrui de todas as vantagens e benefícios garantidos pela contribuição regular dos impostos.

Trata-se de um tipo de atividade indicada para profissionais que priorizam a estabilidade financeira, isso porque o vínculo empregatício garante um salário pago mensalmente. Além da remuneração, este trabalhador pode usufruir de benefícios como auxílio alimentação e transporte, plano de saúde, plano odontológico, entre muitos outros.

Outra vantagem oferecida pelo trabalho formal é o horário fixo para que o profissional desempenhe suas atividades, geralmente das 8h às 18h, horário comercial, o que proporciona uma rotina regular e consideravelmente tranquila.

É importante destacar que em ambos os casos é necessário prezar sempre pela qualidade de vida no trabalho, para que o desempenho do profissional seja cada vez melhor tendo em mente que sua carreira deve ser planejada tendo em mente que você não será jovem pra sempre, cultive amizades no seu caminho de ida e pois esse network será muito útil quando o seu melhor a oferecer for a experiência acumulada nos anos de trabalho, também acumule reservas e faça investimentos pois o ideal de vida seria colocar o dinheiro guardado para trabalhar por você e se permita viver a vida. Mas isso já é assunto para outro post..

Fontes

https://www.campograndenews.com.br/marketing-pessoal/qual-o-significado-do-trabalho-em-minha-vida

https://www.infoescola.com/economia/mercado-de-trabalho/ https://www.ibccoaching.com.br/portal/coaching-e-carreiras/o-que-e-trabalho-informal-e-formal/

132 visualizações

(11) 9 6472 8764

©2019 por Lazzaro Jesus. Orgulhosamente criado com Wix.com